BLOG

View this post on Instagram

Check-up Esportivo Um Check up Esportivo é ideal para todos os pacientes que desejam iniciar a prática esportiva ou mesmo aqueles que já praticam esportes de forma regular e desejam prevenir e diagnosticar problemas de saúde. Ele consiste em uma avaliação clínica, biomecânica, nutricional e de histórico esportivo do indivíduo. O Dr. Alberto de Carli realiza sistematicamente exame de Bioimpedância tetrapolar em seus pacientes, pois acredita que o tratamento e a prevenção do sedentarismo e obesidade é um dos pilares fundamentais para a promoção geral à saúde. Na avaliação biomecânica são analisadas questões relacionadas à postura, balanço geral da musculatura e simetria, tipo de pisada e eixo mecânico dos membros, análise do calçado, estabilidade das articulações, frouxidões ligamentares e flexibilidade geral. Exames complementares podem ser indicados para avaliação de problemas cardiopulmonares, dermatológicos, endócrinos, urológicos, carências nutricionais entre outros. A depender do caso um acompanhamento em conjunto com nutricionista e fisioterapeuta do esporte pode ser necessário durante um período específico. *Não esqueça de nos seguir se deseja mais dicas sobre ORTOPEDIA – ESPORTE – SAÚDE* @dr.albertodecarli Dr. Alberto De Carli – CRM: 144.591 Medicina & Ortopedia e Traumatologia do Esporte #ortopedia #medicinadoesporte #treino #corrida #corridaderua #crossfit #dieta #esporte #medicina

A post shared by Dr. Alberto De Carli 🇧🇷 🇦🇹 (@dr.albertodecarli) on

View this post on Instagram

GESTANTES PODEM FAZER ATIVIDADE FÍSICA? Pacientes que serão futuras mamães muitas vezes tem dúvidas sobre a segurança da prática de atividades físicas durante a gestação.🤰 Sabemos que durante as 42 semanas aproximadas que duram uma gestação normal, muitas mudanças ocorrem no organismo da mulher tanto do ponto de vista mecânico como sistêmico, entre elas: – Mudança do centro de gravidade do tronco e ganho de peso podendo gerar sobrecarga mecânica da coluna, joelhos e quadris.🦴 – Hiperfrouxidão ligamentar generalizada.🧘‍♀️ – Aumento do volume total de sangue no organismo (volemia), podendo ter implicações no débito cardíaco.❤ Por isso, baseado num consenso da Sociedade Canadense de Medicina do Esporte, as recomendações gerais para atividades físicas na gestação são: 1 – Todas as grávidas que não possuam contraindicações devem ser encorajadas a realizar atividades físicas aeróbicas e treino de força durante o periodo gestacional, sob supervisão médica. 2 – Os objetivos do condicionamento físico durante a gravidez não devem focar nível atlético competitivo nem atingir o pico da capacidade de treino. 3 – Mulheres devem escolher atividades que não possibilitem perda de equilíbrio, risco de quedas ou trauma ao feto. 4 – A indicação de exercícios para o assoalho pélvico no pós parto imediato pode reduzir a incidência de incontinência urinária no futuro. 5 – Exercícios físicos moderados durante a fase de amamentação não altera a quantidade nem a qualidade do leite materno. Já as contraindicações para a atividade física 😬estão resumidas na imagem do post (arraste para o lado). Fiquem sempre em alerta em relação a elas e o mais importante é procurar um acompanhamento médico de qualidade! *Não esqueça de nos seguir se deseja mais dicas sobre ORTOPEDIA – ESPORTE – SAÚDE* @dr.albertodecarli Dr. Alberto De Carli – CRM: 144.591 Medicina & Ortopedia e Traumatologia do Esporte #gestante #maternidade #gravidez #gravida #grávidas #medicina #medicinadoesporte #corredores #corridaderua #crossfit

A post shared by Dr. Alberto De Carli 🇧🇷 🇦🇹 (@dr.albertodecarli) on

View this post on Instagram

ATENÇÃO! GESTANTES TEM RISCO AUMENTADO PARA SÍNDROME DO TÚNEL DO CARPO! A síndrome do Túnel do Carpo é uma neuropatia muito incômoda. Quem já teve sabe!😉 Geralmente leva a dores nos punhos e sensação de formigamento nas mãos, podendo até causar perda de força nos casos mais graves! 💪 Ela é notada quando seguramos objetos ou torcemos um pano úmido por exemplo e é causada pela compressão do nervo mediano na altura do punho. Mas estudos mostram que grávidas tem um risco adicional para desenvolverem esse problema!😱 Enquanto a incidência da Síndrome do Túnel do Carpo gira em torno de 10% da população normal, nas grávidas isso pode chegar a 62%!!🤷‍♂️ Existem diversas teorias para explicar esse aumento mas a causa mais provável é que isso se deve ao edema (inchaço) habitual generalizado que ocorre na gestação, associado a alterações hormonais. Entre essas, vale citar o hormônio RELAXINA que é produzido na placenta, amolece os tendões do organismo e tem a função de preparar o canal de parto. Em relação ao tratamento, não podemos prescrever anti-inflamatórios para gestantes pois há muitos riscos para o bebê! 👼 Em geral uma órtese de repouso e compressas frias melhoram muito os sintomas, sendo que após a resolução da gestação o problema costuma regredir por completo. Como sempre, a melhor decisão é sempre procurar aconselhamento médico de qualidade! *Não esqueça de nos seguir se deseja mais dicas sobre ORTOPEDIA – ESPORTE – SAÚDE* @dr.albertodecarli #gravidez #gravida #medicina #gestante #medicinadoesporte #ortopedia Dr. Alberto De Carli – CRM: 144.591 Medicina & Ortopedia e Traumatologia do Esporte

A post shared by Dr. Alberto De Carli 🇧🇷 🇦🇹 (@dr.albertodecarli) on

View this post on Instagram

BARRINHAS DE CEREAIS PARA TREINAR – VALE A PENA? Eaí vai treinar? Que tal uma barrinha de cereal pra dar aquela energia? Será uma boa idéia? Muitos pacientes me perguntam se ingerir uma barrinha de cereal no pré treino pode ser uma boa opção.  Parece saudável e prático não é mesmo? Infelizmente a realidade pode ser extremo oposto! 😫 As análises realizadas nas barrinhas de cereais disponíveis no mercado brasileiro mostram uma quantidade elevada de gorduras totais, sódio e açúcares (carboidratos de alto índice glicêmico) e muitas vezes o açúcar vem com o nome disfarçado em sua composição como extrato de malte e xarope de glicose. Uma barrinha comum chega a ter aproximadamente 60-70% da sua composição em gorduras e aproximadamente 18.5g de açúcar. Para termos uma comparação, 2 barrinhas de Kit Kat tem “apenas” 10.5g!!😱 E sso pode influenciar muito negativamente na performance e nos resultados! Estudos recomendam que se deve ter preferência para carboidratos de BAIXO índice glicêmico no pré treino, como cereais integrais, yogurte, algumas frutas e até suplementos específicos para quem quer praticidade.  Esses carboidratos como são digeridos lentamente, colaboram para que não ocorram picos de insulina o que evita episódios de hipoglicemia durante o treino. Além disso, a insulina é um hormônio que inibe a enzima lipase lipoproteica. Isso gera dificuldade para o organismo utilizar a energia do tecido gorduroso e dessa forma atrapalha os resultados daqueles que buscam perder gordura. Tendo isso em vista, uma melhor opção para o lanche pré treino em comparação com sua barrinha de cereal de frutas seria sem dúvida uma fruta de verdade. Portanto, fique atento ao rótulo das barrinhas de cereais da próxima vez que for ingerir uma para treinar! Dr. Alberto De Carli Medicina & Ortopedia e Traumatologia do Esporte #treino #dieta #nutrição #medicinadoesporte #musculação #crossfit #corredores #corridaderua #corrida #medicina #dicasdetreino

A post shared by Dr. Alberto De Carli 🇧🇷 🇦🇹 (@dr.albertodecarli) on

View this post on Instagram

RECOMENDAÇÃO DE INGESTÃO DIÁRIA DE PROTEÍNA A ingesta diária de proteína é muito importante para atletas que desejam ganhar massa muscular 🏋️‍♂️ ou para pacientes que se recuperam de lesões musculoesqueléticas. Vemos muita informação sobre isso em todos os lugares e não há ainda um consenso sobre o assunto na literatura científica. Por isso, achei interessante resumir aqui o que se tem de atual sobre o assunto: *Não esqueça de nos seguir se deseja mais dicas sobre ORTOPEDIA – ESPORTE – SAÚDE* @dr.albertodecarli Se o seu objetivo é ganhar massa muscular e perder gordura, uma ingesta diária de 1.6 a 2.2 gramas por kg de peso parece ter mostrado os melhores resultados em vários estudos. Já a recomendação oficial do American College of Sports Medicine é: 1.2 a 1.7 gramas de proteína por kg de peso/dia para pessoas que fazem treinamento resistido. E uma alta ingesta proteica é perigosa? Estudos que testaram dietas com até 3.3 gramas de proteína por kg de peso/dia não demonstraram nenhuma alteração de função renal, hepática ou alteração dos lipídeos no sangue (colesterol e triglicérides) e parecem ser seguras. E você? Sabe se sua ingestão diária de proteína está adequada? Um forte abraço #medicinaesportiva #musculação #nutrição #medicinadoesporte #vidasaudavel #protein #suplementação #treino #dieta Dr. Alberto De Carli Ortopedia e Traumatologia do Esporte

A post shared by Dr. Alberto De Carli 🇧🇷 🇦🇹 (@dr.albertodecarli) on

View this post on Instagram

4 MANEIRAS DE MANTER O PESO DURANTE AS FESTAS DE FIM DE ANO. As festas de fim de ano estão recheadas de armadilhas que podem gerar (MUITO!) superávit calórico e isso prejudica quem está na luta constante do controle do peso. Vamos ver 4 maneiras simples de minimizar esse impacto! #1 – Beba mais água do que você acha que precisa. A desidratação produz uma sensação que pode ser confundida com fome. Isso ocorre pois tanto a sensação de fome quanto de sede são processadas no hipotálamo. Portanto, se você sentir fome e não tiver ingerido muito líquido no dia, experimente beber um copo de água e aguardar 20 minutos. O resultado irá te surpreender! #2 – Evite carboidratos simples. Alimentos que contém farinha branca como pães, bolos e doces geram um PICO DE INSULINA, o que faz aumentar seu nível de açúcar no sangue e em seguida deixam esse nível muito baixo, pois a insulina joga todo esse açúcar pra dentro das células. Essa queda de açúcar dispara o gatilho da fome e o ciclo continua. Todo esse excesso de açúcar gerado poderá depois ser estocado como gordura. Por isso, se for ingerir carboidratos, aposte nos mais complexos ou com muita fibra que são digeridos mais lentamente e não provocam o pico. Exemplos são o pistache, a amêndoa, a maçã e a semente de chia. #3 – Aumente a ingesta proteica. Colocar no prato mais proteína magra e gordura saudável ajuda a diminuir o apetite. Isso ocorre porque a proteína é digerida lentamente e causa mais saciedade por ficar mais tempo no estômago, não gerando os PICOS DE INSULINA explicados no item 2. As melhores fontes são: carnes magras, ovos, iogurte e cereais integrais. #4 – Modere no álcool. Estudos mostram que as pessoas ficam mais propensas a consumir alimentos ricos em calorias após ingerir álcool. Além disso, o álcool em si já é rico em energia (move até carro!) e o que não for utilizado é estocado em gordura pelo organismo. Além disso, o álcool nos desidrata, o que pode nos gerar vontade de comer, quando na verdade você precisa é de água. Por isso, vamos celebrar com consciência, para não se arrepender depois! Um abraço! Dr. Alberto De Carli Ortopedia – Esporte – Saúde #nutrição #vidasaudavel #dieta #treino

A post shared by Dr. Alberto De Carli 🇧🇷 🇦🇹 (@dr.albertodecarli) on

View this post on Instagram

Devo estimular meu filho a se especializar num único esporte desde cedo? Ou devo diversificar ao máximo?🤔 Mamães e Papais atenção! Muitas crianças são estimuladas pelos pais a se especializar em um único esporte desde muito cedo! 😱 Em nosso meio, na maioria das vezes é o caso do futebol!!⚽ Mas estudos mostram que apesar dessa prática estimular a habilidade e a coordenação específica no curto prazo, existem evidências que isso pode aumentar o risco de lesões, além de privar a criança de outras habilidades motoras e sociais do esporte que são fundamentais para seu desenvolvimento!! São exemplos: Autoconfiança, concentração, manejo de conflitos, disciplina, espírito de equipe, respeito à autoridade e aos colegas entre outras! Por volta da pré adolescência (idade de 13 anos) recomenda-se oferecer à criança a possibilidade de se especializar em seu esporte favorito, ou continuar a praticar no nível recreacional. Já na adolescência tardia (idade de 16 anos), já se espera o desenvolvimento físico, cognitivo, social, emocional e motor necessários para investir esforços numa especialização avançada em um esporte! Fique atento e vamos aproveitar ao máximo o potencial de nossos pequenos de modo saudável e divertido!😉 Um abraço! Dr. Alberto De Carli – CRM: 144.591 Ortopedia – Esporte – Saúde #esporte #criança #diadascriancas #futebol #desenvolvimentoinfantil

A post shared by Dr. Alberto De Carli 🇧🇷 🇦🇹 (@dr.albertodecarli) on

View this post on Instagram

Fraturas 1 – Quando devo operar? Muitos pacientes ficam preocupados quando são informados que sofreram uma fratura em algum osso e será necessária uma cirurgia. Mas por que operamos algumas fraturas e outras tratamos simplesmente com gesso ou imobilizador? Cada osso do nosso organismo possuí anatomia e características únicas. Quando ocorre uma fratura o médico ortopedista precisa determinar: Onde e como é o traço de fratura; Se os fragmentos são estáveis ou instáveis; Se os fragmentos estão desviados ou não, ou se o desvio é pequeno (aceitável); As características do paciente como idade, comorbidades e nível de atividade ( sedentário, atleta amador ou profissional ); Se a saúde do osso permite consolidação sem cirurgia; Se o paciente possuí condição clínica favorável. A cirurgia quando bem indicada às vezes pode significar uma reabilitação bem mais rápida e para alguns casos ela é a única opção que evitará ou minimizará sequelas graves. Sempre haverão riscos e benefícios envolvidos e cabe ao médico discutir com o paciente todas as possibilidades e determinar o que é melhor naquela situação específica. Tendo isso em mente, o ortopedista algumas vezes pode considerar que para o caso e o paciente em questão a cirurgia é a melhor escolha. Dr. Alberto De Carli – CRM: 144.591 Medicina & Ortopedia e Traumatologia do Esporte

A post shared by Dr. Alberto De Carli 🇧🇷 🇦🇹 (@dr.albertodecarli) on

View this post on Instagram

DEVO FAZER COMPRESSAS DE GELO OU CALOR? Alguma vez alguém já falou para você fazer compressas quentes ou compressas frias em alguma região do corpo que está dolorida? Essa é uma pergunta que recebo com certa frequência. Você já parou para pensar se isso está certo ou errado ou o porquê? Os dois tipos de estímulos, quente e frio são corretos! Mas dependendo da situação deve-se aplicar um OU outro. De uma maneira geral, guarde o seguinte: para dores agudas como contusões, pancadas, lesões ou estiramentos musculares faça compressas FRIAS. Para dores crônicas, ou seja que já existem há algum tempo e agora pioraram faça compressas QUENTES. Mas por quê? O estímulo FRIO gera uma cascata de reações celulares que causam diminuição do metabolismo e vasoconstrição dos nossos capilares sanguíneos. Dessa forma reduzimos a produção de substâncias inflamatórias (citocinas), além de reduzir o inchaço (edema). Isso é interessante para frear o processo de inflamação num evento agudo como uma pancada ou uma contusão muscular. O estímulo QUENTE causa o inverso. O que ocorre aqui é uma vasodilatação dos nossos capilares. Assim, a inflamação que está localizada numa certa região do tecido acaba sendo diluída e se espalhando, melhorando a dor. Outro efeito interessante é que o calor causa relaxamento muscular, podendo ser interessante nas contraturas musculares. Mas quanto por quanto tempo devemos fazer o estímulo quente ou frio? Geralmente indicamos 3 sessões de 10 à 15 minutos com meia hora de intervalo pelo menos 3 vezes ao dia. Dessa forma você estará gerando uma vasodilatação ou vasoconstrição transitória. Assim, nossos capilares contraem e dilatam funcionando como uma bomba, retirando a inflamação local. Mas atenção! O calor ou frio em excesso pode ser maléfico! Além de causar queimaduras e lesões nos tecidos pode aumentar o metabolismo celular piorando a dor. Como sempre, antes de tomar qualquer conduta por conta própria é necessária uma avaliação médica completa para o correto diagnóstico do problema e tratamento. Dr. Alberto De Carli Ortopedia e Traumatologia Medicina do Esporte #gameofthrones #ortopediaesportiva #medicinadoesporte #treino

A post shared by Dr. Alberto De Carli 🇧🇷 🇦🇹 (@dr.albertodecarli) on