TRÍADE DA MULHER ATLETA

A chamada “Tríade da Mulher Atleta” é o nome que damos a uma condição médica que pode ocorrer nas mulheres jovens e fisicamente ativas.
Essa condição envolve geralmente um ou mais dos seguintes componentes:

Distúrbios alimentares
Disfunções menstruais
Osteopenia e fragilidade óssea

Essas alterações podem existir em diferentes espectros de gravidade mas normalmente estão inter-relacionadas. Sua causa principal se deve a um déficit energético conforme explicaremos a seguir.

As práticas alimentares exageradas levam a um balanço calórico negativo, gerando muitas vezes um déficit de energia no organismo.
Esse por sua vez, pode interferir na secreção normal dos hormônios pela hipófise, causando também uma supressão nos hormônios ovarianos e levando a disfunções menstruais.

Como há uma diminuição nos hormônios sexuais femininos, a longo prazo pode ocorrer uma diminuição da densidade mineral nos ossos aumentando o risco de osteopenia e principalmente de fraturas por stress.

O diagnóstica da tríade é feito geralmente pela avaliação clínica e laboratorial. A avaliação nutricional, o exame da composição corporal por bioimpedância e a dosagem de alguns exames laboratoriais ou hormônios podem ser necessários.

O tratamento em geral envolve atuar na causa base do problema mas algumas vezes pode ser necessária terapia farmacológica. Já no caso de fratura por stress associada, o tratamento é direcionado especificamente para cada tipo de fratura e pode ou não envolver cirurgia.